20 Estilos de Dança Mais Praticados no Mundo

Há muitos tipos de dança, como você deve saber. Jazz, salsa, salsa cubana, hip-hop, balé, tango, funk, dança de salão, dança do ventre, para citar apenas alguns.

Se relacionarmos todas as danças típicas às épocas e culturas do mundo, vamos escrever uma bíblia sem fim.

Por isso, aqui você vai encontrar os 8 tipos de dança mais conhecidos da atualidade e saber o que eles representam, quais seus principais benefícios e características.

“A dança é uma das formas mais belas e profundas da expressão corporal; ela ultrapassa o certo e o errado, sendo imensamente singular que transgride padrões e estilos, podendo haver combinações e muita mescla em suas composições. “ Analu Silva

1 – Clássico

ballet

Marcado pela busca da técnica perfeita e muita destreza, o balé clássico é um dos tipos de dança mais conhecidos pelo mundo.

Para se tornar bailarino profissional é preciso muitos anos de dedicação. A média é de mínimo de 8 anos de formação para mulheres e 6 anos para homens, visto que depende muito da aptidão de cada um.

As mulheres levam mais tempo porque a competição é muito maior do que para os homens.

Hoje, muitas academias oferecem aulas de balé adulto, para quem deseja praticar de forma despretensiosa.

Além de ser lindo, o balé também é um ótimo exercício para quem quer um trabalho corporal completo e diferenciado.

2 – Jazz

jazz musical

Desenvolvido a partir de danças africanas, o jazz ganhou fama nos Estados Unidos e foi base para construção do Jazz Musical, muito utilizado em coreografias do gênero do teatro musical.

Outros estilos surgiram a partir do jazz tradicional (jazz lyrical) como o pop jazz, jazz moderno e o contemporâneo, jazz street e por aí vai.

Ainda que a base seja clássica, o jazz permite movimentos muito mais soltos, com músicas populares, animando quem dança e quem assiste.

3 – Contemporâneo

ballet-fitness-em-casa

A dança contemporânea é conhecida como um segmento da dança moderna. Essa é uma boa opção para quem gosta de explorar diferentes formas, planos e ritmos do corpo.

O estilo de dança contemporâneo é ótimo para aumentar a consciência corporal e força muscular através de movimentos que fogem do comum.

Além disso, o gênero contempla muitas expressões artísticas como dramaturgia original, uso de tecnologia, performance e artes plásticas.

4 – Sapateado

O sapateado é vibrante e desafiador. O sapateador aprende passos que emitem sons dos sapatos.

Muito estiloso, é a opção perfeita para quem quer melhorar o ritmo, a coordenação motora e ainda se divertir muito.

5 – Flamenco

Nascido de perseguição política e religiosa, o flamenco deu voz ao espírito de desespero, de luta, de esperança, e orgulho dos expulsos durante a Inquisição espanhola (1492).

Apesar da incerteza sobre os detalhes exatos de sua origem, as linhas viajantes do flamengo se podem traçar o norte de África (Mouros e Árabes), Espanha (Espanhol cristãos), Oriente Médio (judeus) e Índia (ciganos).

O flamenco, em geral, consiste de três elementos artísticos: música, dança e a guitarra (violão). Além disso, muitas vezes, há membros que tocam palmas.

A relação entre os artistas é semelhante à do jazz (gênero musical), há uma estrutura básica que há que seguir, mas no fundo é uma forma improvisada.

O canto é o centro da expressão. O cantor interpreta fisicamente as palavras e a emoção do cantor através de seus ouvidos.

Seus movimentos, incluem movimentos de percussão de pés e intrincados movimentos de mãos, braços e corpo.

6 – Dança de Rua

A Dança de Rua tem grande influência da cultura do hip-hop (África), e é uma das modalidades de dança mais representativas em eventos, competições e espetáculos de dança.

A modalidade Dança de Rua surgiu, no Brasil, no Festival de Dança de Joinville em meados dos anos 90, permanecendo até hoje no cenário artístico.

Depois surgiram outros estilos de dança derivados como locking, popping, house e freestyle, entre outros.

A dança de rua move multidões e atrai muitos jovens pelo desafio que representa e pelo caráter socializador. Assim, um grande movimento acontece em torno do hip hop, junto à MCs, Djs, grafiteiros e bboys.

7 – Stiletto

O stiletto é uma modalidade que surgiu há pouco tempo em homenagem as divas do pop.

As aulas são feitas de salto alto e as coreografias esbanjam sensualidade. Praticado por homens e mulheres, o stiletto tem conquistado os brasileiros e pode ser encontrado em diversas academias. Faz carão e se joga!

8 – Dança Africana

A dança tradicional africana está ligada com as práticas curativas rituais e espirituais.

Ela desempenha um papel integral na socialização, expressão e comunicação. Ajuda a construir e manter um sentido saudável “do eu”.

Os músicos experientes usam tambores-de-sabre senegalês, tocados com a mão e um pedaço de pau, para executar complexas peças polirrítmicas, fundindo-se sem esforço com o corpo do bailarino que pode girar, saltar, girar ou se soltar de forma energética e graciosa.

O estilo é bastante enérgico, o ritmo é intenso e todo o corpo fica envolvido durante os movimentos.

Lembrando que há muitos estilos de dança africana diferentes, advindo regiões, tradições e culturas distintas.

É possível aprender movimentos básicos do estilo popular, mas tradicionalmente a dança é livre e parte do centro do corpo em direção às extremidades. Sendo que o contato com o chão é um fator importante, pois traz o “enraizamento” e a força que advém da terra.

“A dança é a arte dos movimentos, sendo uma linguagem do corpo e, para compreendê-la e interpretar seu sentido, se faz necessária uma vivência na dança, pois só se pode decifrá-la sentindo-a, deixando-a tomar conta do ser, do sentimento e da emoção. ” Analu Silva

O Trabalho Corporal e a Queima de Calorias

A dança é universal e não tem barreiras culturais. Muitas formas de dança oferecem um treino de corpo inteiro que fortalece e oferece vantagens em comparação com o trabalho em uma bicicleta ou esteira, uma vez que movimenta tanto a parte inferior quanto superior do corpo.

A quantidade de calorias que podem queimar nos diferentes estilos de dança depende da velocidade e intensidade da própria.

As pesquisas demonstraram que você pode queimar entre 5 e 10 calorias por minuto, dependendo da sua estatura, peso, idade e condição física.

Uma pessoa com 68 quilos pode queimar cerca de 109 calorias a cada 10-15 minutos.

Já uma pessoa com 68 quilos envolvida no ballet ou dança moderna (twist, jazz, sapateado e contemporâneo) queima 326 calorias por hora.

Dança de salão agitada, para uma pessoa do mesmo tamanho, queima 374 calorias por hora, enquanto que a dança de salão lenta (por exemplo, valsa, pagode, mambo ou cha-cha-cha) consome 204 calorias por hora.

Se a mesma pessoa se dedicar às danças populares como grego, hula, flamenco, samba e swing queima em torno de 306 calorias por hora.

O consumo de calorias por dança é menor do que no treino aeróbico comum (cerca de 442 calorias por hora), mas é bem provável que os dançarinos ficarão na atividade bem mais de uma hora, uma vez que a dança possui outras vantagens, como a diversão, a expressão criativa e a socialização.

Conheça o Ballet Hiit – Nova Modalidade de Treinamento em Casa e Online

9 – Yangko

Essa é uma das danças mais praticadas em toda a China.

Conhecida popularmente por ser uma dança rural chinesa, a dança Yangko conquistou todo o país e já é praticada por diversas regiões do mundo. 

A Yangko permite se movimentar por completo, sendo que o balançar do corpo ocorre conforme cada ritmo tocado.

Nesta dança, são os
quadris e a cintura que conduzem os pés, formando cada uma das coreografias ao ritmo da música.

Historicamente, a dança existe há mais de mil anos e ainda é muito conhecida na China. 

10 – Dança do Ventre

A dança do ventre é sem dúvidas uma das danças mais conhecidas e praticadas no mundo.

Originada no Egito Antigo, a dança do ventre mistura ritmo, passos precisos e delicados, sensualidade e vários outros elementos que cativa qualquer pessoa. 

Originalmente, a dança foi criada como uma reverência a deusas, onde era realizada em rituais e cultos religiosos.

Contudo, a dança ganhou fama e conquistou o mundo todo.

Hoje em dia o que não faltam são academias que oferecem essa dança. 

Curiosamente, essa dança é chamada de dança do ventre pois simboliza a fertilidade feminina.

É uma dança para celebrar a vida, a procriação e reverenciar a mulher.

Já os movimentos dessa dança são marcados principalmente pelas
batidas de quadril, movimentos ondulatórios e uma sintonia perfeita com a música. 

11 – Kathak

A Índia possui 8 danças muito conhecidas no país, sendo Kathak uma delas.

A origem dessa dança é do norte da Índia antiga e faz referência aos contadores de histórias chamados de Kathaks. 

A dança era e ainda é popularmente realizada como um símbolo religioso, onde os dançarinos fazem movimentos específicos e expressões faciais que representam toda a mitologia dessa dança. 

Homens e mulheres dançam o Kathak ao som da música hindustani, que é tocada com instrumentos como o sitar, tablas, sarod, sarangi, pakhawaj, harmônio e tambura

Essa dança permite realizar movimentos com o corpo todo, contribuindo para o tônus muscular, equilíbrio, leveza e funcionamento de todo o sistema circulatório.

clique para saber mais sobre ballet hiit

12 – Dança Country

Também chamada de dança em linha, a dança country é uma sequência de passos coreografados onde os dançarinos realizam os mesmos movimentos ritmados ao som do country.

A origem dessa dança é nos Estados Unidos, onde surgiu também a música country. 

Trata-se de um estilo musical considerado “caipira” nos Estados Unidos, mas que na verdade foi influenciado por diversos elementos como canções de guerra, senso religioso, trabalhadores do campo, influência de outros estilos musicais e muito mais. 

Já a dança em si é realizada frequentemente em grupo, onde todos ficam alinhados e realizam os passos mais comuns dessa dança.

Hoje em dia a dança é conhecida em todo o mundo e já existe até mesmo competição de dança country aqui no Brasil.

No Brasil, a dança é ainda realizada ao som do sertanejo raiz que dá aquele toque brasileiro para a coreografia. 

13 – Zouk

Zouk é uma dança que mistura o estilo musical afro-caribenho calipso ao estilo musical urbano que surgiu em Camarões chamado de makossa.

O resultado é uma dança caliente parecida com outras danças como o merengue e salsa. 

Embora tenha começado no Caribe, Zouk ganhou o mundo e hoje em dia é praticada em todos os continentes do mundo.

Por isso, essa dança não poderia ficar de fora das danças mais praticadas no mundo. 

Os movimentos de Zouk são ritmados aos tempos musicais.

Os passos mais comuns de Zouk são a
popular cobrinha que é uma onda sinuosa e a ginga característica da dança.

O mais legal dessa dança é que ela pode ser feita em diferentes ritmos e estilos musicais, por isso, é importante ter o cuidado de não confundir Zouk com outros estilos como reggaeton, kizomba, cabolove, tarraxinha, cabozouk, entre outros. 

14 – Tango

O Tango é uma das danças mais praticadas no mundo e uma das mais populares quando o tema é dança de salão.

Essa dança é feita a par e possui um estilo musical específico também chamado de Tango. 

A dança surgiu na Argentina e se tornou um verdadeiro sucesso em todo o mundo.

Para você ter uma ideia, a
UNESCO incluiu o Tango, tanto a dança quanto a música, à lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

O Tango é uma dança argentina, contudo, o estilo musical vieram de duas cidades da América do Sul, Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

Essa dança realizada a par é uma mistura de
drama, sexualidade, paixão e agressividade. Isso porque os passos são duros, objetivos e precisos

Nesta dança, o papel masculino faz movimentos duros e precisos.

Enquanto o papel feminino é submisso, elegante e sensual. Ambos deslizam pelo salão em
ritmo sincopado através do compasso binário

O Tango é uma das danças mais praticadas na Argentina, contudo, você encontra professores de Tango no mundo inteiro, assim como competições dessa dança e apresentações. 

15 – Samba

Todo brasileiro conhece o Samba, seja a dança ou o estilo musical. Criado no Rio de Janeiro, o Samba é popularmente praticado em eventos de pagodes e em escolas de samba.

Contudo, já existem diversas academias espalhadas por todo o mundo que oferecem aulas de Samba. 

Essa dança que é um verdadeiro patrimônio cultural do Brasil tem passos ritmados à música em compasso 1 e 2. O molejo dessa dança é uma influência muito marcante das danças africanas.

A dança de roda
Coco também teve grande influência dos passos de Samba.

Outras influências importantes a serem descritas são os
batuques africanos e os bailados indígenas para a construção da música e dança. 

O Samba é uma ótima dança para queimar calorias, considerando que você movimenta todo o corpo a um ritmo que pode ser mais acelerado ou lento, dependendo da música.

Também é importante lembrar que essa dança pode ser feita individualmente, em grupo ou ainda a par. 

16 – Zumba

Zumba é a queridinha das academias no mundo todo.

Embora não seja um estilo de dança, especificamente, a Zumba é um programa fitness onde os participantes dançam diversos ritmos e estilos musicais com o objetivo de perder peso ou tonificar os músculos. 

Na Zumba podemos ver movimentos clássicos de diversas danças latinas, como o mambo, salsa, samba, reggaeton e muitos outros.

Há ainda aqueles que incluem outros estilos diferentes como
hip hop e até mesmo dança do ventre.

O diferencial dessa dança, ou
programa fitness, é que ele não se prende a um único estilo.

Por isso, Zumba tende a agradar a maioria das pessoas. 

O programa fitness Zumba foi criado por Beto Pérez na Colômbia ainda em 1990.

Contudo, essa dança realizada para obter condicionamento físico se tornou mais famosa na última década. 

Hoje em dia o que você mais encontra são academias que oferecem Zumba.

Afinal, essa é uma ótima dança para
queimar calorias, aumentar o condicionamento físico e ganhar tônus muscular

17 – Pole Dance

Pole dance é considerada uma dança e um tipo de ginástica.

Nesta dança feita individualmente, a pessoa realiza movimentos acrobáticos, sensuais e ritmados utilizando uma barra vertical. 

Por essas características, o pole dance já foi associado a diversos locais e eventos diferentes, como clubes de striptease, circos, cabarés artísticos, entre outros.

Contudo, a dança já chegou às academias e agora qualquer pessoa pode aprender os movimentos acrobáticos do pole dance.

Aliás, há até mesmo modalidades como o pole dance fitness, que proporciona maior ganho muscular e gasto calórico.

O pole dance se tornou uma dança conhecida no mundo todo e está entre as mais praticadas.

18 – Bolero

O Bolero é mais do que uma dança, e sim um ritmo cubano que possui diversas influências, principalmente espanhola.

Embora tenha se originado em Cuba, o Bolero ficou conhecido como um tipo de canção romântica do México.

Ao longo de sua criação, o Bolero se modificou e ganhou um ritmo mais lento, desenvolvido especificamente para ser usado em temas românticos.

Quase todos os países da América do Sul tem o Bolero como um ritmo musical e tipo de dança amplamente praticados, além do México que também influenciou muito no Bolero.

A dança em si é bem parecida com outras danças de salão sendo inclusive uma grande influência para a criação de outras danças como o mambo, samba-canção, salsa e o chá-chá-chá.

19 – Dança Clássica Indiana

A dança indiana ou dança clássica indiana é muito praticada na Índia e em países próximos.

No entanto, os movimentos característicos dessa dança e toda a performance ao som da música indiana conquistaram o mundo todo. 

Há relatos de que a dança surgiu com a criação do teatro clássico indiano.

Isso porque a dança mistura a
atuação ou drama, dança e música tudo em uma só apresentação.

Segundo as tradições indianas, a
Natya Shastra, que é uma escritura indiana responsável pela criação da dança clássica indiana, é uma incorporação de todas as artes e ciências. 

Quando foi criada, a dança clássica indiana era apresentada apenas em templos ou em salas específicas que levavam o nome de Natyamandapa.

Apenas mulheres dançavam essa dança e todos os movimentos eram vistos como uma oferenda aos deuses.

20 – Reggaeton

O Reggaeton é um estilo musical e também uma dança que mistura elementos latinos, europeus e caribenhos.

O som tem origem no ritmo do
reggae, com influência do hip hop, música eletrônica e também a salsa.

Já deu para perceber que é uma mistura de diversos elementos!

Aqui no Brasil o reggaeton chegou com as canções de Wanessa Camargo, mas só ganhou força após Ivete Sangalo e Claudia Leitte aderirem à dança em suas performances.

Hoje em dia, a dança pode ser encontrada em diversas academias, sendo utilizada em treinos funcionais, zumba e vários programas fitness. 

Os movimentos dessa dança variam muito, indo desde o molejo e requebrado da salsa até os passos de hip hop.

Tudo ao som de uma música que mistura reggae, eletrônica e a caliente música latina.

Fontes de pesquisa:

Flamenco – (ycitycenter.org/globalassets/_education/study-guides/flamenco-study-guide-2017.pdf)

Dança de Rua – Analu Silva dos Santos – (lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/39176/000826040.pdf?sequence=1)

Stiletto – (stilettodancebras.blogspot.com.br)

Dança Africana – (jpanafrican.org/docs/vol4no6/4.6-13AfricanDance.pdf)

8 comentários em “20 Estilos de Dança Mais Praticados no Mundo”

Deixe um comentário